01/02/2016     Conteúdo  

Conteúdo x Marketing de Conteúdo: tem diferença?

  Isabella Magalhães

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Se alguém perguntasse a você agora, qual a diferença entre Conteúdo e Marketing de Conteúdo, você saberia responder?

Bom, não se espante se a resposta for negativa, porque até um tempo atrás, nem eu mesma sabia diferenciar uma coisa da outra. Normal! Com a saturação do mercado e “especialistas” sobre o tema brotando do nada e se espalhando como poeira no vento, confusão na cabeça tem de sobra.

Mas então, com algumas pesquisas, leituras de artigos e conversa com alguns colegas da área, consegui descobrir uma coisa incrível: conteúdo, todo mundo faz, mas o marketing de conteúdo é nada mais nada menos do que atração, e trabalhar isso é para poucos. Ou seja, é criar o caminho de um determinado público para o seu destino, seja uma compra, inscrição ou qual seja o objetivo final da sua marca, atrelado ao desejo e necessidade desse público.

Mas sabe qual é a sacada aqui? É que isso tudo é feito sem “vender” ou “obrigar” o público a tomar a ação. Tudo é baseado no interesse e valor. É como se fosse uma forma de vender, só que anti interrupção. Quem manda aqui é o público, e não você ou sua marca.

Tá, mas agora, desconstruindo mundos no conteúdo, como que reestruturamos as estratégias?

O desafio!

Quem é da área de conteúdo sabe, a experiência é tudo. E não só da boca para fora, mas da tela para o mundo real. Estar focado na criação de conteúdo que suporta a marca ou produto e serviços que você vende e conseguir entregá-lo de forma atrativa e cheia de valor é fazer marketing de conteúdo.

Esse artigo que estou escrevendo, por exemplo, é por conta do burburinho que gera em torno desse tema, e desconhecimento de muitas pessoas sobre essa diferença. Com certeza esse texto atenderá a necessidade de alguém, como a sua. Isso é trabalhar sobre demanda, criar estratégias com base no que as pessoas realmente querem.

O problema com a maioria dos conteúdos é que eles não são criados para o público que as pessoas estão tentando alcançar, envolver e converter. Muitos não têm nada de marketing. Nem um pingo de otimização. E isso é extremamente complicado! Portando, deixo aqui uma dica: é hora (ou já passou da hora) de parar de criar conteúdo para vender simplesmente, para atender ao próprio orgulho, e que ninguém nunca vai ver ou se interessar.

Veja uma comparação clara:

info-comparacao-4(2)

Se chegamos até aqui, acredito que já deu para você perceber a diferença entre conteúdo e marketing de conteúdo. Para reforçar, pense o seguinte: o marketing de conteúdo é uma solução estratégica para um problema estratégico, que busca alcançar, envolver e converter novos “clientes” para o seu negócio. E conteúdo é criar o que as pessoas realmente querem ver. Isso ajuda a atraí-las para um destino determinado, sem aquela “chatisse” vendável, digamos assim.

Gostou? Curta, compartilhe, imprima e faça um quadro (brincadeira) ou indique para amigos. Conhecimento é sempre bom passar para a frente. 🙂

Alguma colocação sobre esse tema? Vou adorar saber sua opinião. É só deixar um comentário abaixo.

Comentários

comentários